Coletivo Fotográfico Imagens Faladas
Projeto multidisciplinar de fotografia, que realiza reportagens fotográficas da memória do território do Cristal, com a participação prioritária de jovens. Origina-se no projeto de extensão “Conexão de Saberes – território escola aberta” com o fotógrafo Leandro Anton em 2006 e foi consolidado a partir de uma Interação Estética – Residência Artística da Fundação Nacional da Arte – FUNARTE em 2009 proposta pelo fotógrafo Eduardo Seidl.  Desde de sua origem em 2010 é parte do Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo localizado na Avenida Capivari 602, Bairro Cristal, como um dos coletivos culturais incubados.
Realiza exposições fotográficas, faz percursos nas comunidades, com dois livros fotográficos publicados. Em 2014 estabeleceu parceria com o Colégio Estadual Paraná com a ação de percursos pelo bairro Cristal para a produção de exposições fotográficas Territórios Educativos do Colégio Estadual Paraná.
Em 2017 recebeu do Ministério da Cultura o Prêmio Culturas Populares – edição Leandro Gomes de Barros e com isto também o reconhecimento do Coletivo Fotográfico como Ponto de Cultura. Pos suas ações o Imagens Faladas recebeu pontuação máxima na avaliação do Prêmio, sendo o único coletivo fotográfico no ano de 2017 em todo Brasil a obter este reconhecimento de ser Cultura Popular Brasileira.

No ano de 2018 mais uma demonstração da importância deste Coletivo para a linguagem fotográfica como Cultura Popular ser selecionado no edital do Fundo de Apoio a Cultura do Rio Grande do Sul para produção do livro fotográfico Sensibilização do Olhar – A Presença da Ausência, que consolida uma parceria entre o Centro de Convivência e Profissionalização da Fundação de Atendimento Socioeducativo – CECONP/FASE e o Ponto de Cultura Quilombo do Sopapo inaugurada em 2010. O livro será lançado em maio de 2019.